quinta-feira, 12 de março de 2009

Títulos não são meu forte


Nos últimos dias já parei para escrever nesse blog umas 5 vezes e simplesmente nada de bom sai. Já criei uma teoria sobre esse fato: minha vida está tão tranquila(sem trema), tão na linha, tão ajustada que simplesmente não tem o que escrever.

Pensei em escrever sobre eu ter entrado no grupo de teatro do colégio, poucas e desorganizadas lindas. Tentei escrever aqui um texto que fiz para a escola mas ficou sério e chato demais para um lugar como esse. Tentei falar sobre cachorros, sobre minha indignação quanto ao descaso com disciplinas ditas humanas e a supervalorização das exatas na minha escola, sobre Axl Rose e sobre Grease - Nos tempos da Brilhantina.

Nada de bom, nada publicável, nada que fosse interessante para uma pessoa legal que nem você ler.

Por isso me veio uma questão na cabeça e ando pensando sobre ela: o que é melhor, viver loucas e talvez deprimentes histórias ou estar sem nada de preocupante na cabeça, não se estressar com "rolos", não brigar mais com a minha mãe, não estar revoltada contra a sociedade, o sistema, o governo... Sinceramente, é bom estar em paz consigo mesmo, mas as melhores histórias e as que rendem mais são cheais de ação! Ídas e vindas...

Coloquei uma foto legal para animar.
Estou me concentrando para não apagar todas essas letras acima, vou clicar em PUBLICAR POSTAGEM sem esperar nada, nem comentários para dizer bem a verdade. Estou tão...



sem graça!

8 comentários:

Juliana* disse...

Aaaaai eu adoraria ler sobre teatro e Grease - Nos Tempos da Brilhantina... hahaha

não se preocupe... não é só você que não sabe o que escrever aqui..

postei no meu blog agora pouco, mas depois pensei "nossa quem quer ler isso?"

enfim... o legal é escrever, não importa sobre o que :)

beijinhooo!

Yaas disse...

tenho que dizer, que o bom da vida, mesmo que não pareça, é reclamar.
Veja só. Quando esta tudo ruim, movimentado, sem tempo, cheio de problemas, reclamamos, e quando esta tudo na paz, com tempo de sobra, sem problemas, o que fazemos? reclamamos!
O bom da vida, é reclamar :B
ashoiashoiashhiosa
beeeijos

mulherpolvo disse...

Eu sempre me pergunto também se alguém vai querer ler o que eu escrevi. Aí eu resolvi desencanar e deixar falar a voz do coração. Sem edições.
Querida, escreva o que vc bem quiser, blog é pra essas coisas...
Agora, tem uma coisa que eu não entendi... vc comentou no meu blog que comprou um disco, mas não consegue chorar. Mas vc achou que o disco te faria chorar? Só se fosse um disco de música muito brega, ou um de música boa todo arranhado.KKKK
Se não consegue chorar, escreva. Ou pinte, ou dance, ou mil outras coisas. Só não vale drogas, ok?!
beijos e obrigada pela visita.

B. disse...

Se a gente tá cheio de problemas, só sabemos reclamar. E quando não temos problema nenhum com que nos preocupar, também ficamos num tédio total, que faz com que reclamemos também. Acredite, não é só você que passa por esses momentos.. Isso é a vida em si. E como sempre dizem 'há altos, e baixos'. Eu adoro montanha-russa :D

Aquela tal de brito disse...

mesmo um texto que vc acho que não havia conteudo achei muito interessante, vc pois em questão uma frase de um poeta que li alguns dias atraz:
- O poeta só consegue ser poeta quando houver dor, o sofrimento é a melhor alimentação para ele...

E eu digo uma jornalista só tem o que escrever quando tem criticas, revoltas se estiver em paz, acho que num teria nada para escrever...

;~

Aquela tal de brito disse...

realmente gostei do seu blog pq vc é mais viciada que eu em One tree Hill algo que ainda nao havia encontrado ;)

Juliana* disse...

ééé... ter preguiça é um direito nosso ;D

beijinhooos!

Luana_Flores disse...

Pois entao...quem sabe sejamos mesmo!!! Estou bem aflita com essas coisas que ando escrevendo sabe baby?! Eu sim, prefiro não ter do que escrever do que estar tumultuada...
Escreva sobre a tua paz de espírito, diga o quanto ela é valiosa...eu recomendo! Beijos e agora vou acompanhar teu blog tb...espero que curta o meu!