segunda-feira, 23 de março de 2009

A viagem de Sasha


"Você sempre volta diferente de uma viagem".

Sasha abriu os olhos. Foi a última frase que passou pela sua cabeça. Ficou olhando as gotas que caíam do cano sujo de uma pia a alguns metros a sua frente. A poça já estava formada - era água escura, quase preta, haviam cinzas e outras sujeiras de desconhecidos que pisavam por alí.

A boca secou e ela fechou novamente os olhos. O traço forte do deliniador já não seguia a linha milimetricamente desenhada a algum tempo atrás. As frases que antes passavam pela sua cabeça nessa hora já não vinham completas. Apenas palavras soltas percorriam sua mente sem sentido algum.


Alguém?

Água.

Sede.

Sozinha.

Calma.

Socorro!

Calma.

Vazio...


Sasha havia ouvido a frase sobre a viagem alguns minutos antes de sair de casa, enquanto sua mãe e algumas amigas faziam planos que incluíam um navio cheio de homens, pessoas ricas e bonitas, muito sol e álcool. Mas sentada naquele banheiro sujo, todo o contexto, que uma das lipadas havia colocado a frase, sumiu. A frase não se encaixava mais com a mudança do bronzeado, dos novos amigos, dos novos lugares conhecidos no qual antes era parte. Ao passar pela cabeça de Sasha adquiriu um novo sentido.

A viagem a qual estava não era tão longa, tão cara, tão socialmente aceita, tão legal. Seu corpo parecia ir pra frente, para trás... para um lado e para o outro. Ela procurou algo para se segurar mas na verdade o corpo mal se mexia.

Pela segunda vez abriu os olhos. Pensou em qual seria seu destino, o que mudaria nela. Ouvia a batida da música. Nequele lugar todos estavam loucos e por isso ninguém podia ajudá-la. Com a cabeça na parede parou de pensar e de sentir, já que tudo estava bagunçado. Pela última vez fechou os olhos.

"Você sempre volta diferente de uma viagem"

Depois dessa alucinógena viagem, Sasha não mudou, pelo simples fato de não ter voltado.

3 comentários:

meus instantes e momentos disse...

muito bom o texto, parabens, Gostei daqui. Vou voltar para conhecer teu blog melhor.
Maurizio

B. disse...

Gente, me arrepiei com o final. Muito bom o texto, meeesmo!

Jessiel Alves da Silva disse...

Sou amador perto de vc. Estou apenas começando... Ainda não sei direito o que quero fazer...mas enquanto não sei vo juntando uns textos...umas fotos....


Seja Feliz!